Associação dos Oficiais
Policiais e Bombeiros
Militares do Estado
do Paraná
  • CONTENT

Notícias

25.10.2018

PMPR é pioneira no Brasil em aplicativo de atendimento a emergências aberto à população

Com um trabalho de modernização dos sistemas iniciado há quatro anos, culminando com o lançamento do aplicativo “Emergência Paraná”, no último dia dois de outubro, o Centro de Operações Policiais Militares (COPOM) deu mais um passo no atendimento a ocorrências no estado. O dispositivo gratuito e disponível para Android, sistema operacional mais utilizado no Brasil, já foi baixado por 10 mil pessoas, das quais seis mil estão aptas a usá-lo, uma vez que completaram o questionário necessário para acionar a PMPR em situações de emergência.

 

 

Uma ferramenta de fácil manuseio, autoexplicativa, que já registrou 250 ocorrências, nesse período inicial e que traz algumas vantagens, como o fim de falsas comunicações de ocorrências, a exemplo de trotes e ligações mudas, que representaram 43% de todas as ligações recebidas via 190, de janeiro a setembro deste ano, totalizando 498.744 chamadas no período. Além disso, o aplicativo também inclui os cidadãos portadores de deficiências auditiva ou de fala, que não tinham meios de comunicar situações de emergência por chamada telefônica, como explica o Chefe de Operações do COPOM, Capitão Claudio Prus.

 

“Um avatar faz a comunicação em linguagem de libras, além da comunicação escrita, basta que o usuário marque a opção no início do cadastramento do aplicativo. Outra vantagem é que o cidadão fica em contato com a Polícia Militar durante todo o atendimento e também pode enviar fotos e vídeo de até 10 segundos para auxiliar na materialidade da situação que ele está presenciando”, disse o Oficial, que também ressaltou a eficácia do atendimento. “Quando o usuário abre a ocorrência, nós temos acesso aos dados e à localização dele, o que torna o processo mais confiável e eficaz para ambas as partes”.

 

 

Transparência

 

Além de eficaz e inclusivo, o “Emergência Paraná” também proporciona transparência em todo o processo de atendimento da ocorrência. “O usuário descreve para o operador toda a situação, desde a abertura do atendimento até o momento em que a viatura deixa o local. Ao final do atendimento, ele avalia todos os quesitos, o que faz com que nós como Policiais Militares, melhoremos ainda mais o nosso serviço”, disse o Capitão Prus.

 

Ao encerrar o atendimento, o usuário recebe um relatório com todos os dados da ocorrência. Em breve receberá também o documento oficial, Boletim de Ocorrência, por e-mail, eliminando a etapa de ir até um órgão policial para adquirir o documento. Cabe ressaltar que o cadastro feito para o uso do aplicativo é realizado na base de dados do Governo Digital, em que o cidadão sai beneficiado, pois pode chamar a PMPR e ter acesso aos serviços digitais oferecidos pelo estado, a exemplo dos disponibilizados pelo Departamento de Trânsito do Paraná (Detran).

 

Carro-chefe

 

Os chamados para ocorrências de maior gravidade, em que os envolvidos ou até as próprias vítimas acionam a PMPR, continuam sendo feitas com mais frequência por telefone. Mas as de menor impacto, em que a população consegue manter a tranquilidade, o aplicativo se adequa muito bem. É o caso dos acidentes de trânsito, perturbação do sossego, descumprimento de medidas cautelares. “Aquela senhora que está vendo pessoas fazendo uso de drogas ou traficando nas proximidades da residência dela, os acidentes de trânsito sem vítimas graves, a perturbação do sossego. É uma ferramenta que possibilita o cidadão ir produzindo provas mesmo antes do acionamento da polícia, uma vez que permite o envio de fotos e vídeos, então é fundamental porque proporciona agilidade e o controle da população sobre a ocorrência”, detalhou o Comandante do COPOM, Major Olavo Vianei.

 

 

Mudanças

 

Em menos de um mês em atividade do aplicativo, já é perceptível o aumento de encaminhamentos para lavratura de Termos Circunstanciados de Infração Penal, apreensões de equipamentos de som em ocorrências de perturbação do sossego e até uma diminuição das ligações para o telefone 190. Os números ainda serão tabulados ao final do primeiro mês de uso, mas as mudanças já são perceptíveis pelo efetivo do COPOM.

 

Já a população que utiliza smartphones com sistema operacional IOS não precisa se preocupar. O aplicativo Emergência Paraná deve estar disponível para download na App Store, também gratuitamente, até o final de novembro.

 

 

 

 

Indicar PARA UM AMIGO
Comentários
Deixe seu comentário

INDIQUE UM AMIGO
Ops,
essa matéria é restrita para associados.
Faça seu login para ler
associe-se esqueci minha senha