Associação dos Oficiais
Policiais e Bombeiros
Militares do Estado
do Paraná
  • CONTENT

Eventos

25.06.2018

Oficiais são homenageados no aniversário de 50 anos do 13º BPM

O 13º Batalhão de Polícia Militar realizou na última sexta-feira (22) uma solenidade em comemoração ao seu aniversário de 50 anos. O evento ocorreu no quartel da unidade, no bairro Novo Mundo, em Curitiba. Na comemoração alguns Militares Estaduais, civis, entidades públicas e privadas receberam a medalha comemorativa “Heróis da Radiopatrulha” que foi instituída para homenagear a contribuição e auxílio prestados à unidade. 

 

Também foram entregues medalhas de Menção Honrosa e medalhas de 10, 20 e 30 anos por bons serviços prestados. A Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná (ASSOFEPAR) foi representada no evento pelo Presidente, Coronel Izaías de Farias, que destacou a importância do 13º BPM pela sua atuação e por ser uma Unidade de vanguarda ao implantar a primeira unidade de radiopatrulha do Paraná.

 

“O 13º BPM se destaca por ter sido o Batalhão que deu origem ao radiopatrulhamento motorizado, sendo considerado historicamente como uma das Unidades mais operacionais da PMPR. É diferenciada por também por realizar o patrulhamento de uma área bastante conturbada de Curitiba, na região Sul, locais com índices históricos de criminalidade e atualmente nos 14 bairros que atua. A Associação parabeniza aos Oficiais e praças que fazem o 13º BPM ser uma Unidade de destaque no Paraná”, disse o Presidente da ASSOFEPAR. 

 

“Vários Oficiais e praças da ativa e da reserva foram homenageados. Também os ex-Comandantes do 13º BPM, com destaque para o Coronel Sérgio Manoel Masteck Ramos, que foi o primeiro Comandante da Unidade e o Coronel Wilson de Almeida Garrett, que assumiu o comando na sequência”, disse o Coronel Farias, ao descrever as homenagens prestadas durante a solenidade e mencionar os Oficiais que foram Comandante-Geral da PMPR.

 

História do 13

 

O 13° BPM originou-se do policiamento de radiopatrulha (RP), implantado na PMPR em 1968. Esse policiamento era realizado por um esquadrão motorizado do Regimento de Polícia Montada (RPMon). Em 1971 esse policiamento foi ampliado e adquiriu autonomia, passando a denominar-se Corpo de Policiamento Rádio Motorizado (CPRM). O CPRM iniciou suas atividades com quatorze viaturas interligadas a uma Central de Operações, atuando em toda a cidade de Curitiba.

 

No ano de 1976 o CPRM passou a designar-se como 13° Batalhão de Polícia Militar, com responsabilidade pela área sul de Curitiba, passando também a atuar nos Municípios de Campo Largo, Araucária, Contenda e Balsa Nova. Entretanto, com a criação e ativação do Batalhão Metropolitano (17º BPM), em 1991, esses Municípios foram desmembrados para essa OPM.

 

A nomeação atual da OPM foi dada em 2005, passando a denominar-se Batalhão Ten.-Cel. Pedro Plocharski, em homenagem ao seu Subcomandante, morto em uma ação criminosa enquanto respondia pelo Comando da OPM. A área de responsabilidade territorial do 13º Batalhão abrange toda a região sul de Curitiba, sendo constituída por quatorze bairros, tendo uma população de aproximadamente 490 mil habitantes. A OPM está dividida em quatro Subáreas, sendo elas de responsabilidade das 1ª, 2ª, 3ª e 4ª Companhias, bem como a estrutura do projeto denominado UPS Tatuquara.

 

A unidade foi laboratório para a implantação do SISCOP, em 1998, implantação do BOU (Boletim de Ocorrência Unificado), em 2004. Conta com cartórios de Termos-Circunstanciados da PMPR em Curitiba, o que facilita e agiliza o serviço do rádio patrulheiro, conta com o pioneiro projeto da “Segurança Social”, metodologia inovadora para consolidação da Polícia Comunitária, numa verdadeira gestão comunitária da segurança pública, denominado Formando Cidadão, presente na OPM desde 1995.

Indicar PARA UM AMIGO
Comentários
Deixe seu comentário

INDIQUE UM AMIGO
Ops,
essa matéria é restrita para associados.
Faça seu login para ler
associe-se esqueci minha senha