(41) 3095-0087 / (41) 3095-0088



ASSOCIADOS

Associe-se


TEN. VALDIR GOEDERT DESENVOLVE DISSERTAÇÃO SOBRE AS PRÁTICAS COMUNITÁRIAS DA PMPR

Notícias 03/07/2017

Em sua pesquisa, o Oficial procurou desvelar as peculiaridades das práticas de polícia comunitária da corporação, apontando características dos trabalhos e desafios a serem superados

 

Há 16 anos na Polícia Militar do Paraná, o 1° Tenente QOPM Valdir Goedert Filho sempre mostrou interesse na relação das instituições policiais com a sociedade. Em sua dissertação apresentada no fim do ano passado, durante o Programa de Pós-Graduação em Educação, Linha Cognição, Aprendizagem e Desenvolvimento Humano, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), o Oficial procurou desvelar as peculiaridades das práticas de polícia comunitária da PMPR, apontando características dos trabalhos e desafios a serem superados.

A pesquisa, orientada por uma das maiores referencias sul-americana em Psicologia Social Comunitária, a Professora Doutora Maria de Fátima Quintal de Freitas, foi desenvolvida para o Ten. Goedert obter o título de Mestre em Educação.

Integrante do Grupo de Trabalho da PMPR denominado PROATIVO (Grupo de Estudos de Planejamento e Reestruturação Organizacional de Ações e Táticas de Incentivo à Valorização Profissional), o Ten. Goedert, associado da ASSOFEPAR, utilizou dados referentes às práticas desenvolvidas por unidades policiais-militares, informações confrontadas e complementadas por dados presentes nas notas informativas dos sites da PMPR.

Como instrumento de auxílio para a observação e compreensão das práticas comunitárias, o Oficial utilizou os aportes da psicologia social comunitária que auxiliaram na decifração dos processos de cooperação desejados pela polícia comunitária e que expandem as fronteiras da prática policial. "Foi possível perceber a disposição de participação da instituição policial-militar e dos policiais em um processo que requer muitos cuidados éticos nas interações ou intervenções. Cuidados necessários para transcender o assistencialismo e o entretenimento", conta.

Segundo o Ten. Goedert, mais do que respostas, a pesquisa colabora apresentando perguntas e estimulando a reflexão sobre o tema.

 

ASSOFEPAR

"Os ausentes nunca têm razão."

 

Leia a pesquisa na íntegra:

Arquivos Relacionados