Associação dos Oficiais
Policiais e Bombeiros
Militares do Estado
do Paraná
  • CONTENT

Carreira

27.11.2018

Práticas em Solução de conflitos serão temas de simpósio em Curitiba

A Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça (SNJ/MJ) e o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) realizarão o I Simpósio Nacional de Melhores Práticas em Solução de Conflitos, nesta sexta-feira (30), em Curitiba. O simpósio, com palestras e oficinas, vai divulgar, discutir e fomentar a troca de experiências entre os tribunais brasileiros sobre o uso de diferentes métodos alternativos de solução de conflitos.

 

Uma interessante oportunidade para aprofundar o tema, poucos dias após a assinatura do termo de cooperação firmado entre o Governo do Estado e o Tribunal de Justiça do Paraná. O documento assinado no último dia sete prevê a capacitação de Militares Estaduais para fazer a mediação comunitária de conflitos.

 

Entre os palestrantes, estarão os Oficiais da Polícia Militar de São Paulo, Coronel Paulo Augusto Leite Motooka e o Tenente Fábio Aparecido Webel de Oliveira, com a experiência da mediação comunitária e a experiência da PMSP. Para o Tenente Webel, que trabalha com mediação de conflitos desde janeiro de 2016, em uma unidade da PM em Araçatuba, com cobertura de 43 municípios, as práticas de solução de conflitos trazem benefícios para as populações e as corporações.

 

“Em cada sede de Companhia da Unidade que atuo, que são oito, há um núcleo de mediação comunitária, com policial treinado que atende às ocorrências de conflitos de vizinhança, arruaça, em postos de combustíveis, brigas de trânsito, perturbação de sossego, em que as viaturas que se deparam com elas, entregam um convite para que os envolvidos compareçam ao Núcleo de Mediação. Uma seção é marcada com todos os envolvidos para se chegar a um acordo em que ambas as partes assumem compromissos. O que nós desenvolvemos em Araçatuba e foi ampliado a todo o Estado de São Paulo é uma parceria com o TJ de uma forma que esse Núcleo Comunitário se transforme em um Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania e por ser um posto de CEJUSC, tem valor de determinação judicial”, explicou o Oficial.

 

O Tenente Webel também detalha o que chama de ‘cascata do bem’. “O benefício para a população é que ela tem o seu conflito definitivamente resolvido, devido às técnicas de mediação empregadas, e para a PM a vantagem de deixar de deslocar viaturas, uma vez que as ocorrências diminuem. É um efeito cascata que resolve os problemas e deixa viaturas disponíveis para o atendimento a emergências”, finalizou.

 

 

Serviço:

 

Data: 30 de novembro de 2018

Horário: 13h às 18h30

Local: Auditório Gralha Azul, na UFPR (Campus Jardim Botânico)

Faça a sua inscrição gratuita: https://form.jotformz.com/ENAMMJ/simposio-nacional

 

Será emitido certificado aos participantes

 

Mais informações pelo e-mail: enam@tjpr.jus.br

Telefone: (41) 3200-2360 (Mariele Zanco Laismann)

Indicar PARA UM AMIGO
Comentários
Deixe seu comentário

INDIQUE UM AMIGO
Ops,
essa matéria é restrita para associados.
Faça seu login para ler
associe-se esqueci minha senha